ACPL Engenharia

A importância das inspeções e testes de cargas em equipamentos de andaimes

A atividade de montagem de andaimes, sobretudo no ambiente industrial, envolve alto grau de risco de acidentes. Por isso, é fundamental que se dê atenção a algumas questões, como:

  • Comportamento de toda a equipe envolvida;
  • Cuidado com o ferramental;
  • Processo produtivo e equipamentos industriais, os quais se mantêm paralelamente em pleno funcionamento.
  • As etapas e procedimentos inerentes às atividades que envolvem andaimes e acessos.

Outros fatores, por vezes nem tão observados e priorizados, são os testes de cargas e inspeções rotineiras nos equipamentos e acessórios de andaimes.

Todas as peças e equipamentos necessários para as dinâmicas e rotineiras montagens de andaimes industriais possuem uma especificação técnica, com dimensões geométricas e propriedades mecânicas definidas. Estas características, normalmente explicitadas nos manuais e catálogos técnicos são definidas em projetos mecânicos, conforme função estrutural de cada peça no conjunto denominado andaime. As resistências destas peças devem ser definidas de duas formas: Em complexos cálculos estruturais e também confirmadas através de ensaios de cargas.

 O comparativo entre os resultados dos dois métodos é o que vai apontar para um valor de resistência, que será ainda diminuído ou minorado de acordo com altos fatores de segurança aplicados.

A) Ensaio de escorregamento excêntrico de abraçadeiras fixas. B) Ensaio de tração em abraçadeiras fixas. C) Ensaio de compressão em filete de rosca de sapata ajustável. D) Teste de escoamento e deformação em travessas do multidirecional “Flex”.

Os ensaios de cargas devem ser feitos posteriormente a fase de fabricação, com acompanhamento de responsáveis técnicos especializados e atestados em laudos técnicos e certificados de garantia de qualidade.

Diante de uma rotatividade dos estoques de andaimes, que usualmente são locáveis, existe a necessidade periódica e por amostragem da execução de testes de cargas. Os equipamentos e peças de andaimes, uma vez mobilizados em operações onde serão montados e desmontados sucessivas vezes, devem continuar sendo monitorados e controlados.

A definição dos critérios de inspeção e classificação de equipamentos de acesso deve ser exposta de maneira clara e objetiva, apontando para a classificação do equipamento ou peça inspecionada:

. Se está em bom estado e utilizável;

. Se está em péssimo estado e inutilizável;

. Se demanda manutenção.

Os critérios normalmente são definidos em documentos denominados “Gabaritos” e difundidos através de IO (Instruções Operacionais) ou PO (Procedimentos Operacionais). Os envolvidos nos processos de montagem de andaimes devem conhecer esses critérios e receber o treinamento adequado, para entenderem a importância da inspeção e classificação e também a correta destinação dos equipamentos, conforme seu estado físico de conservação.

Abordamos aqui apenas dois processos fundamentais na proposição de segurança aos usuários de andaimes, através da manutenção da funcionalidade e propriedades mecânicas dos equipamentos e peças de andaimes. A construção de acessos provisórios seguros, obrigatoriamente deve passar por várias outras etapas importantes até resultar no produto final.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *