ACPL Engenharia

A segmentação no mercado B2B

Apesar de termos a disposição mais informações hoje, isso não é diretamente relacionado a mais qualidade na tomada de decisões e caminhos. Nesse cenário, ter os esforços voltados para a direção certa significa chegar no melhor resultado.

 Trabalhar dessa forma eficiente consiste em estudar o mercado, dividi-lo em grupos com comportamentos e preferências semelhantes para seguir a melhores estratégias, isso se chama Segmentação de Mercado.

 É uma poderosa ferramenta para o sucesso de qualquer empresa, que possibilita uma atuação com maior excelência e norteia os esforços de marketing e vendas. Pois gera um discurso mais alinhado, ofertas mais adequadas e indicadores mais precisos.

 No desenvolvimento do modelo de segmentação, é necessário ter um olhar interno e entender qual é o core business da empresa e a capacidade real de solução de problemas do cliente. Gerar valor em uma relação de confiança, onde o cliente tenha sucesso em suas ações. É importante também ter uma visão macro do mercado, analisar as tendências e possíveis mudanças em cada setor, para que a empresa não seja “pega de surpresa”.

 Seguem algumas vantagens que fazem com que a prática da segmentação de mercado, seja uma ferramenta de grande poder estratégico para as empresas, dentre elas:

·         Aprofundar nas necessidades dos clientes e propor melhores soluções;

·         Ingressar e se consolidar em mercados de maneira focada e objetiva;

·         Se tornar referência em determinado segmento;

·         Identificar novos mercados;

·         Ser mais competitivo.

A ferramenta pode ser essencial para guiar os passos na prospecção de leads, mas deve ser tratada como algo vivo e dinâmico, atualizada conforme as suas ofertas, estratégias, recursos e canais.

 O Grupo Acoplation monitora as melhores práticas executadas em plantas industriais e sempre busca inovações para melhor atender as necessidades futuras, pois o mais importante é gerar valor real para o cliente definido como ação estratégica central.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *