ACPL Engenharia

Grupo Acoplation é pauta sobre locação de equipamentos para o setor de mineração no site “Notícias de Mineração Brasil’’

O Grupo Acoplation foi pauta da matéria sobre locação de equipamentos para o setor de mineração no site ‘Notícias de Mineração Brasil’ (www.noticiasdemineracao.com). Leia abaixo a matéria na íntegra e confira o desempenho positivo do Grupo frente ao mercado, suas perspectivas e resultados:

Locadoras de equipamentos para mineração vivem fases opostas

Brasil afeta também companhias que prestam serviços para o setor, seja pelo lado positivo ou negativo. O Grupo Acoplation, por exemplo, tem no início deste ano resultados melhores que em 2016 na locação de equipamentos para grandes mineradoras como Vale, Anglo American e AVB Mineração. A Primus Locação, por sua vez, não registra uma locação para mineradoras há mais de 10 meses.

“Com a retomada da produção das grandes mineradoras, o volume de equipamentos para a manutenção das plantas apresentou uma melhora significativa nos primeiros meses deste ano. Já na parte de locação, sentimos aumento das cotações, e projetamos também um crescimento ainda para os próximos meses de 2017, por enquanto o cenário ainda é baixo em relação a esta época do ano, porém já é melhor que o ano anterior”, afirma o Grupo Acoplation, em entrevista por e-mail ao Notícias de Mineração Brasil (NMB) ontem (29).

O grupo, que tem sede em Belo Horizonte (MG) e filiais no interior do Estado, além do Pará, São Paulo e Maranhão, faz locação e montagem de andaimes tubular, andaimes multidirecional, além de plataformas elevatórias e a diesel, com alturas variáveis entre 15 e 43 metros. Segundo um porta-voz do grupo, a vantagem das empresas contratarem o serviço de manutenção na planta é ter um especialista nos produtos locados, capaz de oferecer as s melhores soluções para cada necessidade.

“A Acoplation é hoje uma empresa além de especialista, reconhecida por seus clientes quanto aos seus diferenciais, gestão de produtividade e segurança do trabalho, sempre acima dos padrões de nosso mercado pelo pioneirismo em desenvolvimento de uma ‘escola de líderes’, onde são tratados diversos assuntos de gestão”, diz a empresa.

Apesar das projeções positivas e do cenário de melhora vistos pelo Grupo Acoplation, a Primus Mineração convive com um cenário oposto. A empresa, que loca retroescavadeiras e escavadeiras hidráulicas para o setor, já teve 30% de sua receita atrelada à mineração. Hoje, no entanto, segundo afirma o diretor da empresa Glayson Melão, o setor não tem representatividade nas operações da empresa.

“Um dos focos de nossa empresa é a mineração. No entanto, há 10 meses não faço nenhuma locação de equipamento para mineradoras, somente para terraplanagem. Acredito que essa queda seja pela falta de demanda e preço”, disse Melão, em entrevista por telefone ao NMB.

De acordo com ele, a empresa nunca fez contratos diretos com mineradoras, só com terceirizadas. “Apenas sublocamos os equipamentos”, disse. Melão afirma que o mercado de mineração vem em queda há três anos, porém ele nota que em 2017 o mercado se fechou de vez.

“A previsão é que a mineração tenha uma reagida. Diminuir nosso preço é impossível. A expectativa é que o mercado melhore para conseguirmos novos contatos”, declarou.

Fonte: http://www.noticiasdemineracao.com/noticiasdemineracao/news/1142869/locadoras-equipamentos-para-minera%C3%A7%C3%A3o-vivem-fases-opostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *